Energia solar pode reduzir o preço da conta de luz

Um novo estudo mostra que o avanço da energia solar pode reduzir o preço da conta de luz em mais de 5% nos próximos dez anos. E todos os consumidores serão beneficiados, inclusive os que usam apenas energia elétrica.

Com o uso das placas solares na empresa de Paulo Henrique Loco, a conta de luz baixou de R$ 3 mil para R$ 300,00. “Fiz a experiência primeiro na minha residência”, conta. “A minha conta caiu parca cerca de 15% do que era originalmente”, prossegue. “Um investimento que em três anos se recupera.”

A energia solar produzida é enviada à rede elétrica e convertida em créditos, depois abatidos na fatura. A economia pode chegar a 95%, como mostra a pesquisa encomendada pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar).

O estudo aponta que o crescimento da geração de energia solar previsto no plano nacional de expansão de energia, do governo federal, deve levar a uma redução média de 5,6% nas contas de energia de todos os brasileiros até 2031. E isso mesmo para os que não aderirem à geração própria da energia fotovoltaica.

Chance de economia bilionária

A pesquisa indica ainda que, em dez anos, a quantidade de energia solar gerada no país vai aumentar quase quatro vezes (de 11 gw para 37,2 gw), com uma economia de R$ 86 bilhões em relação ao uso da energia elétrica.

“Possibilitar a redução em mais de 70% da necessidade da gente ter bandeira vermelha na conta de luz.”

“Essa geração ajuda a reduzir as perdas de distribuição e transmissão”, conta a vice-presidente da Absolar, Bárbara Rubim. “Vai possibilitar a redução em mais de 70% da necessidade da gente ter bandeira vermelha na conta de luz dos consumidores”, complementa a executiva.

Além de reduzir a conta de luz, o consumidor que optar pela energia solar terá outros incentivos. É o que avisa o coordenador estadual da Absolar no Pará, Daniel Sobrinho. “Há vários municípios do Brasil que já têm o chamado IPTU solar”, exemplifica. “As pessoas que investem nesse tipo de energia e, consequentemente, têm uma redução no valor a ser pago de IPTU.”

Informações de SBT News