Foguete apresenta problema e viagem de brasileiro ao espaço é adiada

A missão da Blue Origin, empresa controlada pelo bilionário norte-americano Jeff Bezos, que seria responsável por levar o segundo brasileiro para o espaço sideral, não irá mais ocorrer na sexta (20). Em nota, a companhia afirmou que a operação terá de ser adiada, com uma nova data a ser definida.

Sem dar muitos detalhes sobre o motivo do adiamento da viagem espacial, a Blue Origin indica que o foguete, chamado de New Shepard, apresentou problemas. “Durante nossas verificações finais do veículo, observamos que um dos sistemas de backup não estava atendendo às nossas expectativas de desempenho”, limitou-se a informar a empresa baseada nos Estados Unidos.

Batizada de missão NS-21, a ação inicialmente programada para esta semana levaria seis pessoas de diferentes nacionalidades para uma “visita” ao espaço. Na lista de tripulantes estaria o brasileiro Victor Correa Hespanha. Engenheiro de 28 anos, ele foi sorteado ao comprar uma NFT.

O brasileiro, que está nos Estados Unidos desde o início da semana para treinamentos, comentou sobre o adiamento da viagem. E elogiou os cuidados tomados pela empresa. “Tudo aqui é impecável e zelam por nossa integral segurança!”, afirmou Hespanha em postagem em seu perfil no Instagram.

Segundo brasileiro no espaço

No aguardo para a nova data da missão NS-21, Victor Correa Hespanha será o segundo brasileiro a ir para o espaço. O primeiro foi o ex-ministro da Ciência, Tecnologia e Inovação, Marcos Pontes. Astronauta da Agência Espacial Brasileira (AEB), ele foi para o espaço em março de 2006.