França terá alta “supersônica” de casos de Covid-19 nos próximos dias, diz governo

Por Dominique Vidalon e Myriam Rivet

PARIS (Reuters) – Uma alta “supersônica” de casos de Covid-19 na França deve continuar nos próximos dias e não há sinais de que a tendência vá se reverter, afirmou o porta-voz do governo francês Gabriel Attal nesta quarta-feira.

Ele também disse que as infecções estão atingindo “níveis estratosféricos” na região de Île-de-France, ao redor de Paris, e em algumas outras partes da França, e que a situação dos hospitais pode piorar nas próximas semanas.

Attal afirmou também que o governo decretou estado de emergência nas regiões francesas de Guadalupe, Guiana, Mayotte, Saint-Martin e Saint-Barthélemy, onde as taxas de infecção dispararam.

No final de dezembro, o estado de emergência sanitária foi decretado em La Réunion e foi estendido à Martinica, onde está em vigor desde meados de julho.

Na terça-feira, a França reportou recorde de 271.686 novas infecções por Covid-19 em 24 horas.