Funcionários do Banco Central retomam greve nesta terça-feira

Os funcionários do Banco Central (BC) retomam a paralisação das atividades nesta 3ª feira (3.mai), por tempo indeterminado. A decisão foi tomada em Assembleia Geral Nacional após o governo e o sindicato responsável pela categoria não chegarem a um acordo sobre as reivindicações. 

Em nota, o Sindicato Nacional dos Funcionários do Banco Central (Sinal) disse que o setor defende uma reestruturação de carreira e um reajuste salarial de 27%, enquanto o governo ofereceu 5% a todos os servidores federais. 

“As razões principais [da greve] foram os descumprimentos por parte do presidente do BC em conseguir em abril uma reunião entre o sindicato e o ministro Ciro Nogueira, a não apresentação de uma proposta alternativa aos 5% e a não apresentação de uma proposta sobre a parte não-salarial de nossas demandas”, diz a categoria.

Antes do aviso, os funcionários ficaram em greve por 18 dias. No período, o BC enfrentou problemas em alguns serviços, bem como o atraso de relatórios monetários. Como consequência da nova paralisação, foi anunciada a suspensão, de forma temporária, das consultas do sistema de valores a receber.

Informações SBT News