Guerra na Ucrânia: cerca de cinco crianças são mortas ou feridas por dia

Um levantamento do Fundo das Nações Unidas para a Infância (Unicef), divulgado na segunda-feira (22), aponta que ao menos 972 crianças foram mortas ou feridas desde o início da ofensiva russa na Ucrânia, em 24 de fevereiro. Com isso, a entidade estima que, diariamente, cerca de cinco crianças são vítimas diariamente da violência militar.

A principal causa das mortes está relacionada ao uso de armas explosivas, que, segundo o relatório, não discriminam civis e combatentes, especialmente quando usadas em áreas povoadas como tem sido o caso na Ucrânia. Os maiores números de crianças mortas e feridas devido à guerra estão em Mariupol, Luhansk, Kremenchuk e Vinnytsia.

Apesar do alto número, o Unicef estima uma cifra muito maior de casos, uma vez que os dados são limitados em meio à guerra. Além disso, quase todas as crianças na Ucrânia foram expostas a eventos violentos, e aquelas que fogem dos conflitos correm um risco significativo de separação familiar, violência, abuso, exploração sexual e tráfico.

“Mais uma vez, como em todas as guerras, as decisões imprudentes dos adultos estão colocando as crianças em risco extremo. Não há operações armadas desse tipo que não resultem em crianças sendo feridas. As crianças ucranianas precisam urgentemente de segurança, estabilidade, acesso a um aprendizado seguro, serviços de proteção e apoio psicossocial”, disse a diretora executiva do Unicef, Catherine Russell.

Informações de SBT News