Homem que fraudou R$ 10 mil do auxílio emergencial é alvo da polícia

A Polícia Federal cumpriu, na manhã desta terça-feira (14), um mandado de busca e apreensão no município de Ouro Preto, em Minas Gerais, contra um homem identificado de fraudar pagamentos do antigo auxílio emergencial. A investigação aponta que ao menos 18 benefícios foram recebidos, por meio de boleto bancário, de forma indevida pelo suspeito.

Segundo os agentes, as ações criminosas causaram mais de R$ 10 mil de prejuízo somente no primeiro semestre de 2020. O valor total recebido pelo homem, no entanto, pode ser maior, uma vez que os dados em questão não cobrem os auxílios concedidos no segundo semestre de 2020 e nos anos de 2021 e 2022. 

“Continuaremos adotando outras ações policiais visando coibir e apurar este tipo de fraude no estado. Importante destacar que todos os pagamentos indevidamente realizados são objeto de análise por parte da Polícia Federal e das demais instituições integrantes da estratégia integrada”,

afirmou a polícia.

Com isso, os agentes orientam que aqueles que requereram e receberam as parcelas do benefício indevidamente realizem a devolução dos valores. Caso a ocorrência seja identificada, o caso poderá ser objeto de investigação criminal.

Informações de SBT News