Hospital confirma morte de detento que pulou de janela do 5º andar

A assessoria de imprensa do Hospital Universitário Evangélico Mackenzie (HUEM) confirmou que o detento que pulou da janela do quinto andar no fim de semana não resistiu aos ferimentos. Ezequiel Brat chegou a ser socorrido após a queda, mas morreu no fim da tarde deste domingo (18), segundo a unidade hospitalar.

Preso por envolvimento em um acidente de trânsito no dia 8 de setembro, ele precisou ser levado ao hospital após atear fogo na cela da carceragem onde estava preso, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Com queimaduras pelo corpo, ele precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), onde permaneceu por dez dias.

Após saber que receberia alta e seguiria para o quarto, ele tentou fugir pela janela do quinto andar da unidade, mas sofreu a queda. Ezequiel foi atendido por equipes dos bombeiros e do próprio hospital e voltou a ser internado, mas não resistiu aos ferimentos.

Auxiliar de motorista e pai de três filhos, o homem será sepultado na cidade de Cerro Azul, também na RMC.