Cerca de 1.300 soldados ucranianos foram mortos desde a invasão russa, diz Zelenskiy

LVIV, Ucrânia (Reuters) – Cerca de 1.300 soldados ucranianos foram mortos desde o início da invasão russa, disse o presidente Volodymyr Zelenskiy neste sábado.

Falando em uma coletiva de imprensa, Zelenskiy disse que as equipes de negociação ucranianas e russas começaram a discutir tópicos concretos em vez de trocar ultimatos.

Ele disse que o Ocidente deveria estar mais envolvido nas negociações para acabar com a guerra, mas saudou os esforços do primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, para atuar como mediador entre a Ucrânia e a Rússia, e disse que sugeriu a Bennett realizar negociações em Jerusalém.