China culpa Otan por levar tensão entre Rússia e Ucrânia a “ponto de ruptura”

PEQUIM (Reuters) – Os movimentos da aliança militar ocidental Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan), liderados pelos Estados Unidos, levaram a tensão entre a Rússia e a Ucrânia a um “ponto de ruptura”, disse nesta quarta-feira o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores da China, Zhao Lijian.

Em uma coletiva de imprensa diária, ele fez um apelo para que os Estados Unidos levem a sério as preocupações da China e evitem minar seus direitos ou interesses no tratamento da questão da Ucrânia e dos laços com a Rússia.