EUA ajudarão Ucrânia a reforçar fronteira com Rússia e Belarus

KIEV (Reuters) – Os Estados Unidos financiarão projetos que incluem equipamentos de vigilância e de monitoramento para reforçar as fronteiras da Ucrânia com a Rússia e Belarus, em meio à escalada contínua das tensões com o governo russo, informou o serviço de fronteira ucraniano nesta terça-feira.

A Ucrânia acusa a Rússia de reunir dezenas de milhares de soldados perto de suas divisas como preparativo para uma possível ofensiva.

A Rússia nega estar planejando qualquer ataque, mas acusa a Ucrânia e os EUA de comportamento desestabilizador e quer garantias de segurança contra uma expansão da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) rumo ao leste.

O serviço de fronteira disse em um comunicado que os projetos, avaliados em 20 milhões de dólares, incluem a compra de sistemas de gravação de vídeo e drones, além de equipamentos de proteção pessoal para guardas de fronteira.

A Ucrânia, que almeja se filiar à Otan, também recebeu uma série de consignações de munição e mísseis Javelin dos EUA a partir de 2018, o que provocou críticas do governo russo.