Macron ganha impulso nas pesquisas francesas após intervenções na crise da Ucrânia

PARIS (Reuters) – A vantagem do presidente francês Emmanuel Macron sobre seus candidatos rivais antes das eleições do próximo mês aumentou após a invasão da Ucrânia pela Rússia, de acordo com uma pesquisa publicada pelo jornal Le Monde neste sábado (5).

A pesquisa da empresa Sopra Steria indicou que Macron teria 30,5% dos votos no primeiro turno das eleições de 10 de abril, ante 26,5% na semana anterior.

Sua rival mais próxima no primeiro turno seria Marine Le Pen, do partido de extrema-direita Reagrupamento Nacional, com 14,5% dos votos, ante 15,5% na semana passada.

No segundo turno, marcado para 24 de abril, Macron venceria Le Pen por 59% a 41%.

Macron liderou os esforços europeus para tentar diminuir a crise na Ucrânia. Ele se encontrou com o presidente russo, Vladimir Putin, em Moscou no mês passado e conversou com o presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, para tentar mediar as negociações.

(Reportagem de Sudip Kar-Gupta)