Papa Francisco diz que tratamento médico é luxo em alguns países

O santo padre o papa Francisco disse, nesta terça-feira (4), que os tratamentos médicos continuam sendo classificados como “luxo” em alguns países. A declaração do pontífice foi feita em mensagem pelo 30º Dia Mundial do Doente, data instituída por João Paulo II, celebrada anualmente em 11 de fevereiro.

“O caminho ainda é longo, e em alguns países receber tratamentos adequados permanece um luxo. A comprovação é a escassa disponibilidade, nos países mais pobres, de vacinas contra a covid-19, porém ainda mais a falta de tratamentos para doenças que exigem medicamentos muito mais simples”, afirmou.

Francisco reforçou ainda a importância das instituições sanitárias católicas, que devem preservar e sustentar a presença para “doentes mais pobres e situações esquecidas”. “Numa época em que se difundiu a cultura do descarte e nem sempre se reconhece a vida como digna de ser acolhida e vivida, estas estruturas podem ser exemplares na salvaguarda e no cuidado de cada existência.”

O pontífice também aproveitou para saudar o progresso da medicina e ressaltou que as novas tecnologias fizeram surgir “percursos terapêuticos que são de grande benefício para os doentes”. “O doente é sempre mais importante que sua doença, e qualquer abordagem terapêutica não pode prescindir de ouvir o paciente, suas ânsias e seus medos”, completou.

Informações do SBT News