Papa usa cadeira de rodas em público pela primeira vez desde crise de dor no joelho

Por Guglielmo Mangiapane

CIDADE DO VATICANO (Reuters) – O papa Francisco usou cadeira de rodas em público nesta quinta-feira pela primeira vez desde uma nova crise de dor no joelho que limitou sua capacidade de andar.

Em uma audiência com um grupo de freiras na sala de audiências gerais do Vaticano, Francisco foi levado para seu assento no palco. Um assessor então o ajudou a sair da cadeira de rodas e a se sentar.

O papa de 85 anos teve que cancelar ou reduzir as atividades várias vezes no mês passado por causa da dor no joelho direito.

Antes de quinta-feira, ele conseguia caminhar cerca de 10 metros da entrada lateral do palco até seu assento no centro, embora com ajuda de assessores.

Várias vezes durante o período da Páscoa no mês passado, Francisco participou, mas não presidiu as missas na Basílica de São Pedro. Em cada ocasião, ele delegou a um arcebispo ou cardeal para rezar a missa enquanto ficava sentado. Ele também leu sua homilia sentado.

O pontífice afirmou que os médicos lhe disseram que darão uma injeção para ajudar no movimento de suas articulações. Não está claro se essa terapia começou.