Polícia expulsa centenas de imigrantes em protesto no centro de Paris

PARIS (Reuters) – A polícia da França colocou nesta sexta-feira em ônibus centenas de imigrantes que 24 horas antes armaram barracas diante da prefeitura de Paris para protestar contra a falta de acomodação.

Não houve incidentes quando os imigrantes foram retirados, mas Yann Manzi, cofundador do grupo Utopia 56, que organizou a ação, disse que eles voltarão se nenhuma solução viável for encontrada.

“Todas as pessoas retiradas estão em contato conosco, e se elas forem postas na rua de novo, recomeçaremos nossas ações”, disse Manzi.

Uma operação semelhante foi organizada no átrio da prefeitura de Paris em 1º de setembro do ano passado.

“Temos pedidos em excesso, o que significa que nossa rede de acomodação está saturada… então não tivemos escolha a não ser organizar uma ação de ‘visualização'”, disse Kerill Theurillat, líder local do Utopia 56, à Reuters antes de a polícia afastar os manifestantes.

Cerca de 200 barracas, a maioria vermelhas, haviam sido montadas na quinta-feira e abrigaram 300 pessoas da África subsaariana, inclusive crianças.

“Estou morando na rua, não tenho lar, minha prioridade é ter um lar e depois ir à escola”, disse Cisse Mohamed, um refugiado menor de idade sentado em uma das barracas.

Muitos refugiados se mudaram para Paris desde o fechamento de um enorme campo de imigrantes de Calais em 2016.

Eles foram à França fugindo de países da África do Norte, do Oriente Médio e da Ásia assolados por guerras e pela pobreza.

(Por Clotaire Achi e Yiming Woo)

tagreuters.com2021binary_LYNXNPEH5O14B-BASEIMAGE