Mais de 57 mil refugiados ucranianos foram acolhidos pela Polônia em julho

A Polônia continua sendo o país da Europa que mais recebe refugiados ucranianos. Segundo dados do Gabinete de Estatísticas da União Europeia (Eurostat), em julho, foram acolhidos 57.290 civis com estatuto de proteção temporária. No total, 1,3 milhão de ucranianos já vivem na Polônia em meio à invasão russa.

Os refugiados também seguiram para outros países europeus em julho, como Itália (11.020), Romênia (7.395), Bulgária (6.465) e Espanha (6.305). Portugal também registou novas recepções com proteção temporária (1,5 mil), assim como Suécia (450), Estónia (160) e Eslovénia (30).

O número total de civis em situação de refúgio já chega a quase 12 milhões, cifra expressivamente maior do que a segunda projeção feita pela Organização das Nações Unidas (ONU), no início de abril, de 8 milhões de deslocados. O cenário já é considerado como a maior movimentação migratória na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Informações de SBT News