Mais de 64 milhões de brasileiros ainda não receberam a dose de reforço

De todos os brasileiros que concluíram o esquema vacinal primário contra a covid-19, com duas doses ou dose única, 64,8 milhões não retornaram ao posto de vacinação para receber a primeira dose de reforço. Segundo balanço do Ministério da Saúde, mais de 100 milhões de imunizantes estão disponíveis para serem aplicados e reforçar a imunidade da população.

Nos casos da segunda dose de reforço, recomendada para pessoas a partir dos 40 anos, 36,6 milhões já cumpriram os quatro meses de intervalo da primeira dose de reforço e já podem atualizar o cartão de imunização com mais uma dose. As vacinas da Pfizer, Janssen ou Astrazeneca podem ser utilizadas nessa etapa.

Para quem começou o esquema vacinal com a dose única da Janssen, a recomendação é a seguinte: uma dose de reforço, aplicada dois meses após o início do ciclo; e os outros dois reforços que devem obedecer o intervalo de quatro meses – o terceiro reforço é recomendado, no momento, para a população acima de 40 anos.

De acordo com os números do painel de transparência LocalizaSUS, 83,2% da população brasileira recebeu a primeira dose contra o novo coronavírus e 76,4% completaram o ciclo inicial de vacinação com duas doses ou dose única. 

Informações de SBT News