Monumentos ficam iluminados em homenagem à rainha Elizabeth II

Monumentos históricos ficaram iluminados, na madrugada desta sexta-feira (9), em homenagem à rainha Elizabeth II. Ocupando o trono desde 1952, a monarca, que morreu aos 96 anos, teve o reinado mais longo da história britânica, superando o comando da rainha Vitória, que governou no século XIX, por 63 anos, de 1837 a 1901.

No Brasil, o Cristo Redentor foi iluminado com as cores da bandeira do Reino Unido. Em nota, o reitor do Santuário, Padre Omar, afirmou que a rainha foi um exemplo de fé, elegância, moderação, equilíbrio e liderança. “O maior símbolo do Brasil, o Cristo Redentor, hoje se une ao povo do Reino Unido”.

Ainda em homenagem à Elizabeth, o presidente Jair Bolsonaro (PL) decretou luto oficial por três dias, em todo o país. Citando uma frase da rainha, o chefe de Estado disse que “ela não foi apenas a rainha dos britânicos, mas uma rainha para todos nós”.

Nos Estados Unidos, as cores do Reino Unido foram projetadas no Empire State Building, em Nova York. Em comunicado divulgado pela Casa Branca, o presidente Joe Biden afirmou que a monarca “liderou, sempre com graça, um compromisso inabalável com o dever e o poder incomparável de seu exemplo.

Na França, as tradicionais luzes da Torre Eiffel foram apagadas em respeito à morte de Elizabeth. “Lembro-me dela como uma amiga da França, uma rainha de bom coração que deixou uma impressão duradoura em seu país e em seu século”, disse o presidente Emmanuel Macron, ressaltando que a monarca incorporou a continuidade da nação britânica por mais de 70 anos.

Informações de SBT News