Movimento SOS Vila Torres intensifica campanha de combate à fome

A pandemia agravou a situação de inúmeras famílias de necessitados no Brasil. De acordo com o site Rede Brasil Atual, 6 em cada 10 famílias não têm acesso pleno a alimentos. O portal aponta que, em um ano, o número de pessoas que não têm o que comer saltou de 19 milhões para 33,1 milhões, levando o país de volta ao patamar dos anos 1990. Em Curitiba, cidade conhecida por muitas vezes figurar entre as melhores do país para se viver, a situação não é diferente. O número de moradores de assentamentos e comunidades pobres só aumenta, e as condições de vida nessas localidades é preocupante.

Pensando em melhorar a dignidade dessas pessoas, o Movimento SOS Vila Torres tem distribuído 2 mil cestas básicas por mês em diversas comunidades pobres de Curitiba. O Movimento foi criado em março de 2020, no início da pandemia, inicialmente para atender aos moradores da região da Vila Torres, mas aos poucos se espalhou pela cidade, atendendo atualmente sete comunidades e assentamentos em condições de pobreza.

Programação das entregas

  • Quarta-feira, dia 15 de junho, entrega de 300 cestas na Vila Torres, a partir das 15h;
  • Quinta-feira, dia 16 de junho, durante todo o dia, entrega de 250 cestas na região do Tatuquara (Vila União e Vila Brilhante).

Um dos coordenadores do Movimento, o missionário redentorista Joaquim Parron, explica que é um desafio constante arrecadar doações:

“Uma cesta de alimentos, que comprávamos por R$ 60 no início da pandemia, agora não sai por menos de R$ 90. Empresários que antes doavam 30 ou até 50 cestas de cada vez, agora conseguem nos doar apenas cinco ou dez. A situação não está fácil, precisamos contar com a solidariedade do povo curitibano.”

conta o padre.

Para doar

Quem puder colaborar com o Movimento SOS Vila Torres pode doar cestas básicas, alimentos, roupas de frio e cobertores diretamente na Capela Nossa Senhora Aparecida, na Rua Guabirotuba, 770, Vila Torres. Para doações em dinheiro, procurar diretamente o padre Parron pelo celular (41) 9 9963-2350.