Mulher morta a facadas dentro de ônibus de Curitiba é identificada

A vítima esfaqueada dentro de um ônibus em Curitiba na tarde desta quarta-feira (24) foi identificada. Samantha Mantovani Muniz, de 35 anos, tentou interferir em uma briga dentro do ônibus, foi atingida por dois golpes no pescoço e não resistiu aos ferimentos.

Em entrevista à equipe da Rede Massa, o motorista do ônibus disse que um vendedor de cocadas estava discutindo com um passageiro do coletivo por um suposto desacerto comercial. A mulher tentou interferir na confusão e acabou atingida no pescoço.

O ônibus fazia a linha Centenário x Campo Comprido, no bairro Mossunguê. O Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba e Região Metropolitana (Setransp) emitiu uma nota confirmando o caso e lamentando o crime cometido dentro do ônibus. Leia abaixo:

O Sindicato das Empresas de Ônibus de Curitiba (Setransp) infelizmente informa e lamenta um crime bárbaro ocorrido dentro de um ônibus biarticulado da linha Centenário/Campo Comprido.

De acordo com as primeiras informações, uma passageira foi interceder em uma discussão entre um vendedor ambulante e um usuário e acabou esfaqueada dentro do veículo. Na sequência, o criminoso fugiu para o mato próximo à estação Mossunguê. A mulher morreu.