“Não desistirei do Brasil”, diz Moro após domicílio eleitoral ser julgado ilegal

O ex-juiz Sergio Moro (União) disse ter recebido “surpreso” a decisão do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo (TRE-SP), desta terça-feira (7), que cancelou a transferência do domicílio eleitoral (do político) do Paraná para São Paulo.

“Nas ruas, sinto o apoio de gente que, como eu, orgulha-se do resultado da Lava Jato e não desistiu de lutar pelo Brasil. Anunciarei em breve meus próximos passos. Mas é certo que não desistirei do Brasil”, acrescentou em nota.

Moro pode entrar com recurso no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), em Brasília, contra a decisão do TRE-SP, ou manter seu domicílio eleitoral no Paraná. No julgamento desta terça, o relator juiz Maurício Fiorito e outros três juízes entenderam que os documentos apresentados pelo magistrado não comprovam os requisitos para a transferência conforme prevê a Lei Eleitoral e que Moro não possui vínculos com a cidade de São Paulo.

Informações de SBT News