Nova-iorquino é acusado de ameaçar matar Donald Trump

NOVA YORK (Reuters) – Um homem de Nova York foi acusado criminalmente de ameaçar matar o ex-presidente dos Estados Unidos Donald Trump, segundo documentos judiciais.

De acordo com uma queixa criminal revelada nesta segunda-feira, Thomas Welnicki, de Rockaway Beach, Nova York, expressou seu interesse em matar Trump em uma entrevista em julho de 2020 à polícia do Capitólio dos EUA e em vários telefonemas em 2021 para o Serviço Secreto.

Trump é identificado como Indivíduo-1 na queixa, que foi apresentada no tribunal federal do Brooklyn. Uma nota de rodapé diz que o Indivíduo-1 foi presidente dos EUA de 20 de janeiro de 2017 a 20 de janeiro de 2021.

Um mandado de prisão foi emitido para Welnicki na sexta-feira. Seu advogado não respondeu de imediato a um pedido de comentário. O gabinete do procurador no Brooklyn também não comentou de imediato.