Nove em cada dez pais gostariam de serviço para saúde mental nas escolas

Cerca de 9 em 10 cada pais brasileiros gostariam que as escolas oferecessem serviços de saúde mental aos estudantes, segundo um levantamento realizado pela empresa mundial de aprendizado Pearson. O índice (96%) está um pouco acima da média global, que atingiu 92% entre moradores da China, Índia, Reino Unido e Estados Unidos.

Conforme a pesquisa, que contou com a participação de 8 mil pessoas, o aumento da demanda por serviços voltados à saúde mental está relacionado aos efeitos da pandemia de covid-19. Além disso, cerca de 67% dos brasileiros entrevistados disseram acreditar que as crianças deveriam ser introduzidas em programas de bem-estar logo nos primeiros anos de vida escolar.

Já em relação ao emprego, 85% das pessoas em todos os países avaliados afirmaram esperar que as empresas abordem temas relativos à saúde mental com mais frequência no ambiente de trabalho. A maioria dos funcionários (92%) considera que o assunto é uma parte importante na hora de decidir trocar de emprego ou carreira.

Informações de SBT News