Número de casos de covid permanece em alta em todo o Brasil

O número de casos de covid-19 continua com tendência de alta em todas as regiões do Brasil. Segundo o novo boletim epidemiológico da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), divulgado na quinta-feira (26), cerca de 48% das ocorrências de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) registradas nas últimas quatro semanas são em função da doença, enquanto as notificações de óbitos chegam a 84%.

Em crianças de zero a quatro anos, continua a predominância do Vírus Sincicial Respiratório (VSR), seguido dos casos de rinovírus, Sars-CoV-2 e metapneumovírus. Nas demais faixas etárias, o Sars-CoV-2 é predominante entre os casos de SRAG com identificação laboratorial. 

No geral, 18 das 27 Unidades Federativas apresentam sinal de crescimento na tendência de casos a longo prazo (últimas seis semanas), sendo: Acre, Alagoas, Amapá, Amazonas, Bahia, Distrito Federal, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Roraima, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Sergipe e Tocantins.

Conforme os dados, nas quatro últimas semanas epidemiológicas, a prevalência entre os casos de SRAG como resultado positivo para vírus respiratórios foi de 3,5% para Influenza A; 0,4% para Influenza B; 30,1% para VSR; e 48,1% para Sars-CoV-2. Entre os óbitos, a presença dos mesmos vírus entre os positivos foi de 1,4% para Influenza A; 0% Influenza B; 6,6% para VSR; e 84% para Sars-CoV-2.

Informações de SBT News