Número de casos de varíola dos macacos no Brasil sobe para 310

O número de casos de varíola dos macacos no Brasil continua crescendo. Segundo último balanço do Ministério da Saúde, 310 ocorrências da doença foram registradas até o momento, fazendo com que a pasta divulgasse uma nova nota técnica para que profissionais das unidades de saúde evitem um surto nacional do vírus.

A maioria dos casos no país foi notificada no estado de São Paulo, que acumula 217 infecções. Em seguida, estão o Rio de Janeiro (45), Minas Gerais (22), Paraná (6), Goiás (4), Distrito Federal (4), Rio Grande do Sul (3), Ceará (3), Rio Grande do Norte (3), Bahia (2) e Pernambuco (1). Todas as infecções seguem em monitoramento.

“Os sinais e sintomas duram de duas a quatro semanas. O período de incubação, quando a pessoa infectada é assintomática, é tipicamente de seis a 16 dias, mas pode chegar a 21 dias. Inicialmente, os sintomas incluem febre súbita, dor de cabeça, dores musculares, dores nas costas, adenomegalia, calafrios e exaustão. Já a erupção cutânea acontece três dias após os sinais e sintomas iniciais”, informou o ministério.

No início da semana, a Organização Mundial da Saúde (OMS) informou que 9,2 mil casos de varíola dos macacos foram confirmados em 63 países. Apesar do alto alcance geográfico, a Europa continua sendo a região mais afetada pela doença, com cerca de 80% do total de notificações. 

Uma reunião para determinar a gravidade da crise sanitária global provocada pela doença foi marcada para o dia 18 de julho. No encontro, que deve contar com a presença do secretário-geral da entidade, Tedros Adhanom, também serão discutidos meios para aumentar o desenvolvida de pesquisas e a produção e distribuição de vacinas.

Informações de SBT News