Número de militares em postos civis do governo cresceu 193% desde 2013

Um levantamento do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) mostra que a presença de militares em cargos e funções comissionadas no Poder Executivo aumentou 59% entre 2013 e 2021. O instituto aponta dois motivos para o número: o crescimento do número de cargos e funções militares em si e o aumento da presença de militares em cargos e funções civis, que aumentou 193% no período.

Outra observação aponta para a tendência de expansão do número de militares em agências reguladoras, principalmente entre 2018 e 2019. Em 2013, eles ocupavam 6% dos cargos nesses órgãos, já em 2021 ocuparam 21%.

A pesquisa mostra que o número de cargos ocupados por militares cresceu em todos os níveis hierárquicos, mas a partir de 2019 se acentuou nos níveis 5 e 6, de maior poder decisório.

O Ipea aponta que a participação na área Governo foi a mais expressiva, apesar do movimento de desconcentração entre 2013 e 2018 em detrimento das áreas Econômica, Social, de Infraestrutura e Meio-Ambiente.

O Exército foi a Força de origem da maior parte dos ocupantes de cargo, com mais de 50% de presença, seguido pela Marinha, que superou a Força Aérea Brasileira.

Informações de SBT News