Número de refugiados da Ucrânia ultrapassa 3 milhões

O porta-voz da Organização Internacional para as Migrações (OIM), Paul Dillon, informou, na manhã desta terça-feira (15), que o número de pessoas em situação de refúgio da Ucrânia ultrapassou a marca de 3 milhões. Segundo ele, quase metade são crianças e adolescentes, além de 157 mil cidadãos de outras nacionalidades.

A Polônia é o país que mais recebeu refugiados da Ucrânia nas últimas duas semanas. No total, 1,79 milhão de pessoas encontraram abrigo no país. Romênia, Hungria e Moldávia também receberam um número significativo de ucranianos fugindo da ofensiva lançada pela Rússia. A movimentação é a maior na Europa desde a Segunda Guerra Mundial.

Em pronunciamento, o alto comissário da Agência da ONU para Refugiados (Acnur), Filippo Grandi, garantiu que, por hora, os países estão conseguindo administrar a chegada dos refugiados, mas que a situação pode se complicar caso o conflito militar continue por muito tempo.

“Muitos chegam de carro e, sobretudo, têm vínculos, podem viajar até onde possuem família, amigos, uma comunidade. No entanto, é possível que, caso a guerra continue, comecemos a observar pessoas sem recursos ou vínculos e isto será um problema mais difícil de administrar para os países europeus”, explicou. 

Informações de SBT News