Pelo menos 11 mortos em ataque de míssil russo a shopping, diz governo da Ucrânia

Dois mísseis russos atingiram um shopping center lotado na cidade de Kremenchuk, região central da Ucrânia, nesta segunda-feira, matando pelo menos 11 pessoas e ferindo outras 50, segundo o governador regional. 

O presidente Volodymyr Zelenskiy disse que mais de mil pessoas estavam no local no momento do ataque, que segundo testemunhas causou um incêndio de grandes proporções e enviou colunas de fumaça ao céu.

Um repórter da Reuters viu a estrutura carbonizada de um complexo de compras com o telhado desabado. Bombeiros e soldados retiravam pedaços retorcidos da estrutura de metal enquanto buscavam por sobreviventes.

“É impossível sequer imaginar o número de vítimas… é inútil esperar decência e humanidade da Rússia”, disse Zelenskiy no aplicativo de mensagens Telegram.

Dmytro Lunin, governador da região central de Poltava, escreveu no Telegram que já havia a confirmação de 11 pessoas mortas no ataque, acrescentando que as equipes de resgate iriam continuar as buscas nos escombros e que, provavelmente, seriam encontrados mais corpos. 

Lunin também escreveu no Telegram que 21 pessoas foram hospitalizadas, e 29 outras receberam primeiros socorros sem serem hospitalizadas.

“É um ato de terrorismo contra civis”, disse o governador separadamente, sugerindo que não havia alvos militares próximos que a Rússia poderia estar mirando.