Pesquisa aponta que 4 em cada 10 pessoas ficaram inadimplentes em junho

Um levantamento do Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) aponta que quatro em cada 10 brasileiros ficaram inadimplentes em junho, totalizando 62,73 milhões de pessoas. O número é 6,54% superior ao registrado no mesmo período do ano passado e 0,64% maior quando comparado com o mês anterior.

No âmbito nacional, São Paulo é o estado que lidera o número de inadimplência, com 15 milhões de brasileiros. Em seguida, estão o Rio de Janeiro (6,1 milhão) e Minas Gerais (5,9 milhões). Em relação ao perfil dos devedores, as mulheres ficaram acima dos homens, representando 50,82% dos débitos.

Em junho, o maior número de dívidas foi procedente do setor bancário, que registrou crescimento de 59,2%, seguido pelo comércio (13,4%), contas domésticas (10,9%) e comunicação (9,1%). Cerca de 34% dos devedores possuem dívidas de R$ 500, enquanto 49,7% superam os R$ 1 mil. 

Segundo o SPC, o número de dívidas em atraso no Brasil teve crescimento de 12,74% em relação ao mesmo período de 2021. No geral, a média de dívidas de cada inadimplente é de R$ 3.585, sendo que 40% estão com as dívidas atrasadas de 91 dias a um ano. 

Informações de SBT News