Pioneira no sertanejo feminino, Marilene Galvão morre aos 80 anos

Marilene Galvão morreu nesta quarta-feira (24) aos 80 anos no Hospital Professora Lydia Storópoli, onde estava internada, em São Paulo. Ela é pioneira no sertanejo feminino no país ao lado da irmã Mary Galvão, formando a dupla ‘Irmãs Galvão’, que depois passou a se chamar apenas ‘As Galvão’.

O velório acontece nesta quinta-feira (25), na Câmara Municipal de Paraguaçu Paulista, e o enterro será no distrito de Sapezal. Marilene deixa um legado para a cultura brasileira, com muitas premiações na música sertaneja.

A dupla encerrou as atividades em 2021 porque a artista estava tratando mal de Alzheimer. As irmãs iniciaram na carreira artística em 1947, no interior de São Paulo, onde nasceram. 

Em 2013, foi inaugurado o Museu das Irmãs Galvão no distrito de Sapezal, na cidade de Paraguaçu Paulista. Foi no pequeno bairro rural que elas deram os primeiros passos na carreira musical.