Polícia Federal prende 27 pessoas por tráfico internacional de drogas

A Polícia Federal realizou uma operação em quatro estados com mandados de prisão e 34 pedidos de busca e apreensão, nesta quarta-feira (17). Segundo a PF, os criminosos são responsáveis por pelo menos oito toneladas de cocaína apreendidas nos últimos meses. O total pode chegar a 23 toneladas.

A investigação aponta que a organização criminosa era dividida em cinco núcleos, o primeiro deles era responsável pela passagem da cocaína da Bolívia para o Brasil, pelos estados de Rondônia e Mato Grosso. Este era controlado pela facção Primeiro Comando da Capital (PCC). O segundo aliciava caminhoneiros que transportavam a droga, em meio a cargas de cimento e frutas, para os estados de São Paulo e do Rio de Janeiro. Já o terceiro núcleo recepcionava a cocaína e a armazenava em galpões.

O quarto núcleo era responsável pelo transporte da droga, em carros menores, até a cidade de Santos e de Itaguaí, no Rio de Janeiro, com tinha destino para a Bélgica e a Holanda, onde o núcleo também era controlado pelo PCC. Já o último núcleo era responsável pela lavagem de dinheiro do tráfico.

Quem comandava este grupo era um empresário milionário conhecido com Diogo Ferreira Mariano, sem passagens pela polícia. Ele escapou da prisão porque estava no exterior, em Dubai, nos Emirados Árabes. Ele é apontado como dono de uma mansão em Angra dos Reis, litoral sul fluminense, que chega a ser avaliada em R$ 12 milhões. A Justiça bloqueou imóveis e bens dos acusados, e um valor de R$ 500 milhões.

Informações de SBT News