Polícia ouve testemunhas sobre caso de influenciadora dopada em rodeio

Duas amigas e um amigo da influenciadora Franciane Andrade foram ouvidos na quarta-feira (1) pela Polícia Civil para falar sobre as denúncias da jovem, que afirma ter sido dopada e abusada sexualmente no rodeio de Jaguariúna, no interior de São Paulo, no dia 27 de novembro.

A investigação teve início depois que vídeos de Franciane relatando o caso viralizaram na internet. Nos vídeos, a jovem de 23 anos, visivelmente abalada, conta que descobriu o abuso após sentir dores no corpo. Ela foi ao médico, que constatou os sinais de violência sexual. Franciane fez um boletim de ocorrência e o inquérito corre em segredo de Justiça. 

De acordo com a Polícia Civil, além dos novos depoimentos, os agentes também estiveram no local onde houve o rodeio e todo o circuito de segurança – com mais de 12 horas de filmagem em 53 câmeras – foi analisado. 

A organização do evento afirmou que está prestando suporte à jovem e que busca registros nas câmeras de segurança para identificar os responsáveis.

Informações do SBT News