Policiais despejam gás em homem dentro de viatura; vítima morre

Um homem negro morreu após ser colocado dentro de uma viatura por dois policiais rodoviários federais, que despejaram uma fumaça semelhante a gás em Umbaúba, no Sergipe. 

Testemunhas registraram imagens dos policiais segurando o porta-malas para impedir que homem, identificado como Genivaldo de Jesus, de 38 anos, saísse. Em seguida, muita fumaça foi injetada dentro do compartimento do veículo, como uma câmara de gás, enquanto a vítima gritava em desespero.

Os familiares da vítima explicaram que ele sofria de transtornos mentais e teria ficado nervoso com a abordagem policial. De acordo com o boletim de ocorrência, os policiais exigiram que Genivaldo parasse a moto para ser revistada. Durante a verificação, os agentes encontraram cartelas de medicamentos e começaram a torturar o homem. 

Na sequência, a vítima foi levada para a delegacia e passou mal, precisando ser encaminhada ao hospital. No local, Genivaldo morreu por asfixia mecânica. 

A Polícia Rodoviária Federal afirmou, em nota, que o homem resistiu à abordagem e que os agentes teriam utilizado “técnicas de imobilização e instrumentos de menor potencial ofensivo” para conter a suposta agressividade. 

A vítima fazia uso de medicamentos há pelo menos 20 anos e era diagnosticada com esquizofrenia.

Informações de SBT News