Justiça investiga caso de adolescente de 16 anos que sangrou até morrer em quarto de motel

Lucas Nascimento de Carvalho, 29 anos, namorado da jovem, é o principal suspeito. Caso aconteceu em Pinhais, região metropolitana de Curitiba

O que aconteceu dentro do quarto 7 deste motel, na rodovia João Leopoldo Jacomel, em Pinhais? Como a cama ficou completamente ensanguentada? Lucas Nascimento de Carvalho, de 29 anos, e a namorada, Lívia, uma adolescente de 16 anos, entraram no local no fim da tarde de quarta-feira (20).

Eles saíram poucos minutos depois, ela já praticamente sem vida. Lucas relatou aos guardas municipais, que atenderam a ocorrência, que havia ido ao motel com Lívia para tirar a virgindade da adolescente. Segundo ele, durante o ato sexual a garota começou a sangrar sem parar e passou mal.

Lucas então pediu auxílio aos funcionários do motel que ajudaram a vestir a garota e a levaram a Unidade de Pronto Atendimento, em Pinhais. Ela já chegou desacordada. O médico tentou reanimá-la, mas não obteve sucesso. De acordo com a polícia, não havia marcas aparentes de violência no corpo de Lívia.

Lívia Isabel Ziamini Zanetoni, tinha 16 anos

O curioso nessa história é que Lucas e Lívia entraram no motel, ligaram a banheira e fizeram um único pedido: um copo d’água. A mãe da adolescente teria confirmado a polícia que ela era virgem. A família seria contra o relacionamento pela diferença de idade entre os dois. A mãe teria permitido que o casal saísse junto, mas para ir ao cinema e não ao motel.

Lucas Nascimento de Carvalho foi ouvido pelo delegado da Delegacia de Pinhais, ainda na noite de quarta-feira, e liberado em seguida. Além dele, três testemunhas prestaram esclarecimentos. De acordo com a polícia, o rapaz tem uma extensa ficha criminal. Entre os crimes cometidos estão: receptação, roubo, ameaça e tentativa de homicídio.

Lucas Nascimento, namorado da vítima, ainda não provou sua inocência no caso

Os celulares do casal foram apreendidos para perícia. O veículo de Lucas, uma Chevrolet Captiva, também foi recolhido pela polícia. O rapaz passou a noite na delegacia e será ouvido novamente nesta quinta-feira (21). Veja mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta quinta-feira (21):

Novidades no caso: o que diz a defesa e a acusação dos envolvidos

Adriana Sottomaior e Paula Cristina de Souza Turmann são advogadas da família da adolescente. Elas, inclusive, discordam de algumas declarações de Lucas e do advogado dele. Segundo a defesa, Lívia e Lucas haviam se conhecido há poucos dias por meio de redes sociais. Um relacionamento de poucos dias que terminou de uma forma trágica.

Advogadas da família de Lívia, Adriana Sottomaior e Paula Cristina de Souza Turmann

Lívia Isabel Ziamini Zanetoni, de 16 anos, teve uma hemorragia dentro de um motel no município de Pinhais. Segundo Lucas Nascimento de Carvalho, de 29 anos, que se apresentou como namorado da adolescente, ela começou a sangrar durante os momentos íntimos do casal.

Lucas ainda levou a adolescente desacordada ao pronto socorro. A confirmação da morte chegou minutos depois. Lucas afirma que estava namorando Lívia há pelo menos 25 dias e que a mãe dela sabia da relação. Segundo a defesa, isso não é verdade.

Lucas havia dito também que ele conhecia a família há alguns anos e inclusive tinha certa afinidade com os pais da adolescente. Já a defesa diz outra coisa. As advogadas esperam a conclusão do laudo da morte da adolescente para concluir a linha de defesa do caso.

Advogado de Lucas, Igor José Ogar

O delegado responsável pelo caso disse que nesse primeiro momento não foi encontrado nenhum indício de crime pela perícia. A polícia civil de Pinhais aguarda a conclusão do laudo do Instituto Médico Legal para verificar o que provocou a morte da adolescente.

As advogadas afirmam que só com a conclusão do laudo poderão afirmar se Lívia pode ter sido coagida a entrar no motel ou até mesmo se foi drogada. A família da jovem também quer explicações dos responsáveis pelo motel.

Veja mais detalhes na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta terça-feira (26):