Adolescente faz pacto de sangue com namorado e foge de casa

Menina precisa de acompanhamento psicológico e faz mutilações nos braços e pernas

Há dias a mãe da adolescente não come, não dorme e só chora. Nesta segunda-feira (01) ela chegou no limite. Um drama familiar que começou há um ano, quando a filha de Ana conheceu um rapaz, no litoral do estado. Sophia na época estava com 13 anos e o João Matheus, 17.

“Ela conheceu o rapaz, mas era só amiguinho, jogavam e aos poucos fui descobrindo que estavam se encontrando as escondidas. Foi depois disso que o sinal de alerta acendeu”, disse a mãe da jovem.

O não da mãe caiu como uma bomba. Naquela mesma noite a Sophia fugiu de casa. A polícia de Matinhos foi acionada. O Matheus Nocera foi levado para a delegacia. Surgia aí mais um capítulo dessa história de amor: o casal tem um pacto de sangue.

Por conta das constantes mutilações a jovem faz acompanhamento médico e toma remédios controlados. Já o rapaz teria transtornos comportamentais. Desesperada, a família procurou a delegacia de homicídios e proteção a pessoa em Curitiba para registrar o desaparecimento.

A última informação repassada pela polícia a família foi de que o casal esteve aqui em Campo Largo na casa de parentes do rapaz. A mãe do padrasto de João Matheus confirmou que o casal desaparecido esteve lá. A aposentada lembra que o jovem tinha um temperamento difícil.

Mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta terça-feira (02):