Agressor é preso após mulher usar botão do pânico

O equipamento tem sido utilizado por mulheres com medidas protetivas

A Secretaria Municipal de Cidadania e Segurança Pública (SMCSP) de Ponta Grossa registrou nesta semana a primeira prisão a partir do acionamento do botão ‘Maria da Penha’. O equipamento, que teve seus testes iniciados recentemente pelo município, tem sido utilizado por mulheres com medidas protetivas acompanhadas pela Patrulha Maria da Penha.

Segundo relatório da Guarda Civil Municipal (GCM), a prisão aconteceu na região central da cidade. A vítima solicitou atendimento através do dispositivo após seu marido, que já havia realizado ameaças, entrar na sua residência. Diante da situação, ela acionou a GCM, que se deslocou até o endereço e realizou a prisão do indivíduo.

Para a secretária da SMCSP, Tânia Sviercoski, a situação demonstra o avanço que o município tem tido na proteção de mulheres em situação de risco, além de evidenciar a importância do uso da tecnologia e a eficiência do sistema, que deve ser ampliado para mais mulheres nos próximos meses.

Veja mais detalhes na reportagem do Tribuna da Massa Ponta Grossa desta quinta-feira (4):