Agricultor encontra corpo decapitado em mata

A vítima foi encaminhada para exames e confirmação da identidade no Instituto Médico Legal

Ao andar entre as árvores um trabalhador viu algo que chamou a atenção e ao ver do que se tratava acabou espantado, o motivo: um corpo humano ao lado de uma árvore e a polícia foi chamada. Marcírio Caroba é agricultor e encontrou o corpo decapitado que estava de bruços e em avançado estado de decomposição, possivelmente um homem não identificado que aparentava ter deficiência física e tinha parte de uma das pernas. Perto do corpo havia uma sacola com apenas um cartão de crédito, não ficou confirmado se era da mesma pessoa.

A cabeça da vítima foi encontrada há poucos centímetros do corpo, o local foi examinado pelas equipes da delegacia de homicídios e da polícia científica, na árvore uma corda amarrada também foi encontrada. Não há sinais claros de como a vítima morreu.

Em uma análise superficial o perito criminal supõe que o corpo poderia estar aqui há pelo menos 15 dias, é que segundo os especialistas, a mata acelera o processo de decomposição por conta das condições climáticas como sol, chuva e umidade. O tempo preciso sobre quando a vítima morreu só pode ser apurado pelo legista em um exame detalhado. Ao final da perícia no local o corpo foi recolhido. Foi um grande esforço para retirar da mata que fica ao lado desta lavoura.

Veja mais detalhes sobre este caso na reportagem completa do Tribuna da Massa Foz do Iguaçu e região desta quinta-feira (11):