Atirador invade casa e mata mulher de 50 anos na frente do filho no Tatuquara

O crime pode ter sido motivado por vingança

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) está investigando a morte de uma mulher, que foi assassinada a tiros na frente do filho, na noite desta quarta-feira (10), no bairro Tatuquara, em Curitiba. O crime pode ter sido motivado por vingança.

O atirador, segundo a polícia, chegou de moticicleta, invadiu o imóvel e disparou contra a mulher que tentou se esconder em um dos cômodos, mas acabou baleada. Era por volta das 20h, quando vizinhos escutaram barulhos de tiros, no entanto pensaram se tratar de fogos de artifício. Socorristas do Servido Integrado de Atendimento ao Trauma em Emergência (Siate) foram acionados, mas na chegada das equipes a mulher já estava sem vida.

As marcas de tiros ficaram na porta da residência localizada na Rua Romário Adalberto Oleskovicz. O filho da mulher, que estava na casa no momento do crime, contou que a mãe recebeu os tiros nas costas e tentou correr para se esconder, mas o assassino foi atrás e disparou mais vezes.

Izaquel Soares dos Santos era catadora de recicláveis, frequentava igreja evangélica e era conhecida por todos na região. “Passávamos aqui e ela sempre estava cantando louvor. A conheço de vista, mas trabalhava bastante juntando reciclável, um crime muito estranho”, disse um vizinho.

A DHPP trabalha com a hipótese de um crime de vingança já que, conforme a polícia, Izaquel teria discutido com uma parente de um traficante na região.

O corpo da mulher foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

(Foto: Reprodução)