Fábrica clandestina de isqueiros explode e deixa dois feridos

Duas pessoas ficaram queimadas após uma fábrica clandestina de isqueiros explodir no bairro São Braz, em Curitiba, no fim da tarde desta quarta-feira (9). O caso foi registrado por volta das 17h30 e assustou os moradores da região. Eles saíram de casa, arrebentaram o portão e combateram as chamas antes mesmo da chegada do Corpo de Bombeiros.

A explosão destruiu a cozinha da casa onde funcionava o estabelecimento irregular, no cruzamento das ruas Manoel Saldana de Castro e José Xavier. Um morador levou uma das vítimas até o Hospital Evangélico – ele teve os braços queimados. A outra vítima, uma jovem, teve metade do corpo queimada e foi encaminhada pelos bombeiros também ao Hospital Evangélico. O estado dela inspira mais cuidados porque ela teve as vias aéreas queimadas e teve que ser intubada.

A explosão foi tão forte que arrebentou o telhado e a calha foi parar no chão.  Tudo indica que no local funcionava uma fábrica clandestina de isqueiros e foi na hora de carrega-los com gás que a explosão aconteceu.

Segundo os moradores da região, a jovem estava com um cigarro grudado no cabelo, o que pode indicar que ela provocou a explosão ao acendê-lo. Mexer com esse tipo de gás em ambiente fechado não é recomendado pelos bombeiros.

Colaboração de Lucian Pichetti, da Rede Massa.