Golpistas tentam arrancar dinheiro de vítima em nome da Copel

Golpe novo na praça: criminosos tentam arrancar dinheiro de empresária usando o nome da Copel. Os bandidos cobravam uma multa alegando que o relógio não havia sido trocado no prazo estabelecido.

A tentativa de golpe foi através de uma ligação no telefone fixo. Muita lábia e pressão quase fizeram essa empresaria perder 6 mil reais.

A tentativa de golpe foi aplicada nessa fábrica de sorvete aqui de Foz do Iguaçu. A golpista, identificada como sendo da 4ª Vara Federal, cobrava uma multa no valor de 6 mil reais que supostamente teria sido aplicada pela Copel. Caso os donos da empresa não pagassem o valor imediatamente, ficariam sem luz por 15 dias.

Além de pedir um valor absurdo, os criminosos pressionavam as vítimas diziam que o motivo da multa, seria por conta do relógio de energia analógico que deveria ter sido trocado por um digital. A vítima começou a fazer várias perguntas e a golpista ficou nervosa e desligou o telefone. A vítima ligou na Copel e descobri que se tratava de um novo golpe

Por sorte, nenhum prejuízo ficou para os donos da fábrica de sorvete, os empresários fizeram boletim de ocorrência e esperam que a polícia identifique os golpistas

A Copel informou que a troca de medidores foi um investimento na modernização do sistema de medição de energia de Foz do Iguaçu. O serviço foi realizado em dezembro do ano passado em algumas regiões da cidade, e não teve custo para os clientes. A Copel disse ainda que não existe cobrança de multa para quem não trocou o medidor.