Grupo invade escola pra furtar cestas de chocolates e pai de aluno é suspeito do crime

Os chocolates furtados não foram recuperados, mas uma força-tarefa da escola impediu que as crianças ficassem sem os doces

A Escola Pedro Moro, que fica no bairro Braga, em São José dos Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, foi invadida duas vezes em menos de uma semana. A ação foi registrada por câmeras de segurança e a Guarda Municipal (GM) conseguiu efetuar a prisão dos suspeitos nesta quinta-feira (25).

Pelo menos, cinco pessoas foram flagradas invadindo a instituição que está fechada por conta da pandemia, mas os professores continuam trabalhando e, infelizmente, se depararam com o furto das sacolinhas de chocolates produzidas para entregar ao alunos nesta páscoa.

“Uma tristeza. A hora que eu cheguei, vi a porta arrebentada, vi no chão as caixas de chocolates vazias, pensei: levaram as sacolinhas das crianças”, contou a diretora Deise Voltolini.

O grupo foi encontrado por uma equipe da Guarda Municipal em uma residência que fica próximo à escola. Entre os detidos, está o pai de um dos alunos. As embalagens de chocolates confeccionadas pelos professores foram encontradas no imóvel.

“A gente está passando por um momento difícil, as crianças sem estudo por conta da pandemia e ainda entraram na escola e levaram o lanchinho delas, que seriam entregues nesta páscoa”, relatou Ricardo Kush, Secretário de Segurança Pública de São José dos Pinhais.

Os cinco presos, quatro homens e uma mulher, foram encaminhados à delegacia. Os chocolates furtados não foram recuperados, mas uma força-tarefa da escola impediu que as crianças ficassem sem os doces.

Confira outros detalhes na matéria do Primeiro Impacto PR – Curitiba desta sexta-feira (26):