Guarda acaba com festa clandestina na bala de borracha e prende organizador por desacato

Após o tumulto, várias pessoas tentaram fugir pulando muros, mas 13 delas acabaram detidas

Uma denúncia anônima levou as equipes da Guarda Municipal, Polícia Militar e Fiscalização Municipal até um chácara em Campo Largo, na região metropolitana de Curitiba, onde cerca de 20 pessoas promoviam uma festa clandestina na madrugada deste domingo (28). O dono do local, que não permitiu o acesso da fiscalização, foi preso após desacatar os agentes de segurança.

Com o objetivo de coibir festas e aglomerações, bem como cumprir as normas de prevenção de combate à Covid-19, os guardas foram até a região do bairro Bela Vista e se depararam com pessoas sem máscaras, todas aglomeradas. No imóvel, um homem se apresentou como sendo o responsável, mas durante as tentativas de negociações com que o evento fosse encerrado, ele desacatou as equipes com xingamentos e recebeu voz de prisão.

(Foto: Guarda Municipal/GM)

Os demais frequentadores partiram pra cima da Guarda Municipal e também da Polícia Militar, que revidaram com tiros de borracha para conter os ânimos. Após o tumulto, várias pessoas tentaram fugir pulando muros, mas 13 delas acabaram detidas. Entre os suspeitos estava um adolescente, que apresentava sinais de embriaguez. No local, as equipes de fiscalização recolheram inúmeras garrafas de bebidas alcoólicas.

Todos os detidos foram encaminhados à delegacia para prestar depoimento. Eles foram autuados por desobediência, desacato, resistência, corrupção de menores de idade, além de infringir norma sanitária preventiva de combate ao coronavírus.