Homem é morto a facadas e a suspeita do assassinato é ex-mulher

Ivonete ainda não se conforma com a morte do irmão e espera que os responsáveis pelo assassinato sejam presos o mais rápido possível. Ela continua afirmando que a mandante do crime teria sido mesmo Carina Noel do Nascimento, mulher com quem Ilizandro mantinha um relacionamento de mais de quinze anos.

Ilizandro Faccin, 42 anos, foi morto a facadas na madrugada do último sábado dentro da própria casa, no bairro Vila Liberdade, em Colombo. O corpo do autônomo foi encontrado pela mãe da vítima horas depois do crime. Quando o crime foi descoberto, Carina já era apontada pelos familiares da vítima como a principal suspeita do assassinato.

Ela foi levada para a delegacia, onde prestou depoimento ao delegado de plantão. Durante o interrogatório ela falou seu nome verdadeiro. Carina Noel do Nascimento foi libertada em seguida. A polícia já teve acesso às imagens que comprovam que Carina foi até a casa de Ilizandro durante a madrugada.

Segundo as investigações é ela que aparece no vídeo indo a pé até a residência pouco antes das três horas da manhã. Ainda de acordo com a família, Carina ainda morava na casa com Ilizandro e constantemente fazia ameaças de morte contra ele. O motivo do crime seria financeiro.

Veja mais detalhes na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta terça-feira (19):