Polícia prende assassino de idoso de 95 anos morto durante assalto no Hauer

Tadeu Wersguerber, 95, morava sozinho e era ex-policial. Imagens do circuito de segurança registraram toda a ação do criminoso no interior da casa

Um idoso de 95 anos foi morto durante um assalto na casa dele aqui em Curitiba. O autor do latrocínio rendeu o ex-policial civil e na maior covardia desferiu várias tesouradas na vítima que morreu na hora. O circuito de segurança da casa registrou tudo.

As imagens mostram o momento em que o criminoso pula o portão e invade a casa na manhã deste domingo (26). Minutos depois o homem retorna com uma sacola na mão. São os objetos roubados na casa do idoso. Nesse momento a vítima já tinha sido cruelmente assassinada.

O homem sai pelo mesmo lugar por onde entrou, mas acaba se enroscando na grade e deixa a blusa no portão. Sem se preocupar, ele ainda pega os objetos que deixou cair e vai embora tranquilamente.

Tadeu Wersguerber, de 95 anos, foi atingido com cerca de vinte tesouradas. O idoso morava sozinho numa casa na rua Professor João Soares Barcelos, no Hauer. Quando a PM chegou ao local, encontrou o imóvel todo revirado e a vítima caída no chão com sinais de violência.

A crueldade em que o idoso foi morto surpreendeu até mesmo os policiais que atenderam a ocorrência. Como a imagem é muito forte o vídeo não divulgado. O idoso trabalhou como policial civil no Paraná durante vários anos e se aposentou na década de oitenta.

Apesar da idade, seu Tadeu ainda era muito ativo. Familiares se desesperam com a notícia. A cunhada mora ao lado da casa da vítima e disse que não ouviu nada. Familiares acreditam que o criminoso sabia que o idoso estava sozinho em casa.

Segundo a família, seu Tadeu não tinha arma em casa. Ele morava sozinho, mas todo dia recebia visita dos filhos e netos. O circuito de segurança foi instalado justamente para os familiares acompanhar a rotina do idoso.

Veja mais detalhes sobre este caso no Tribuna da Massa Curitiba desta segunda-feira (25):

Autor do crime foi localizado e preso

Foi preso nesta segunda-feira (25) o suspeito de ter matado um policial civil aposentado. O idoso de 95 anos foi morto a tesouradas durante assalto na casa dele no último domingo (24). O criminoso foi preso após uma mulher reconhecê-lo na reportagem da Rede Massa.

O criminoso foi identificado como Vinícius Santos de Menezes, de 22 anos. Ele foi preso pelo BOPE dentro de um bar na favela do Papelão, na região do bairro Novo Mundo. No momento da abordagem ele estava bebendo cerveja. A polícia chegou até o suspeito depois de uma denúncia anônima.

Tadeu Wesguerber foi cruelmente assassinado durante um assalto na casa dele na manhã do último domingo (24) no bairro Hauer, em Curitiba. Durante a prisão do assassino, a polícia percebeu que Vinícius estava com o boné da vítima. O mesmo que ele usava quando deixava a casa após matar o aposentado. Os produtos roubados foram vendidos após o crime.

O criminoso não disse à polícia se ele conhecia o idoso ou se ao menos sabia que ele morava sozinho no local, apenas informou que antes de cometer o latrocínio estava há três dias usando drogas e que não recordava o que havia acontecido. Vinícius já era procurado pela polícia por conta de um roubo cometido em Curitiba meses atrás.

Veja mais sobre este caso na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta terça-feira (26):