Jovem é executado em praça e família revela ameaças de morte

A vítima, de 18 anos, não contava com passagens

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) recebeu informações reveladoras e já traçou uma linha de investigação para apurar a morte de Daniel Henrique da Silva de Oliveira, que foi assassinado a tiros ao lado de uma cancha de futebol, no bairro Alto Boqueirão, em Curitiba. O crime aconteceu na noite desta sexta-feira (9), na Rua Laranjeiras do Sul. A motivação, segundo a polícia, pode estar ligada ao tráfico de drogas na região.

A vítima, de 18 anos, não contava com passagens, mas segundo os relatos de familiares, decidiu entrar no mundo das drogas há pouco tempo. ‘DH’, como era conhecido, estaria comercializando entorpecentes na região e recebendo ameaças de morte. Ele foi atingido por disparos efetuados à queima-roupa.

“O tráfico mata. Não só pela dependência química e psicológica, mas também com arma de fogo. Um jovem que, segundo informações, vendia drogas aqui na região já estava prometido de morte. Infelizmente, mais um crime. Estamos trabalhando tentar identificar o autor”, disse o delegado da DHPP, Tito Barichello.

(Foto: Reprodução/Rede Massa)

Informações repassadas por testemunhas dão conta de que um rapaz, de bicicleta, chegou até o local onde Daniel estava e cometeu o crime. Imagens de câmeras de segurança da região estão analisadas para identificar o autor e também o trajeto feito na fuga.

O corpo do jovem foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML).