Menino de 11 anos leva tiro na cabeça e polícia investiga se foi acidental

O proprietário e também o dono da arma não foram localizados

A Delegacia de Polícia Civil de Rio Negro, no sudeste do Paraná, está investigando o caso de uma criança, de 11 anos, que foi atingida por um disparo de arma de fogo no rosto, na noite da última sexta-feira (2). Em estado grave, o menino internado na UTI.

Em depoimento à polícia, a mãe do garoto disse que ele estava brincando com um colega na sala de jogos, quando escutou um estampido e encontrou o filho desmaiado com a boca sangrando. O amigo, de 13 anos, disse que eles encontraram a arma e que, acidentalmente, o disparo acertou a vítima.

Com apoio médico, a criança foi encaminhada ao Hospital Bom Jesus e os exames apontaram que o projétil ficou alojado no crânio. Ele passou por cirurgia e, devido à gravidade, precisou ser internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Angelina Caron, em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba. O estado de saúde, segundo os médicos, inspira cuidados.

Investigadores da Polícia Civil estiveram na chácara, onde o caso foi registrado, na região da Roseira. O proprietário e também o dono da arma não foram localizados. A promessa da família é que ele se apresente com um advogado na delegacia.

Veja mais detalhes na matéria do Primeiro Impacto PR – Curitiba desta terça-feira (6):