MP denuncia trio acusado de matar homem com mais de 40 facadas na RMC

Três homens foram denunciados pelo Ministério Público do Paraná, a partir da 2ª Promotoria de Justiça de Campo Largo, na Região Metropolitana de Curitiba. Eles são acusados de participação no homicídio de Alexandre Castro da Cruz, de 47 anos, morto com 41 golpes de faca. A denúncia foi por homicídio triplamente qualificado – motivação torpe, crueldade e emprego de recurso que dificultou a defesa da vítima.

Segundo a denúncia, o crime ocorreu na madrugada de 26 de julho deste ano, mas o corpo só foi localizado por familiares no dia 31, em um rio de Campo Largo. Imagens de câmeras de segurança da cidade mostram os denunciados e a vítima caminhando juntos, horas antes do crime. A motivação teria sido uma dívida.

A Justiça já decretou a prisão preventiva dos três denunciados, mas eles estão foragidos.

Familiares encontram corpo de homem desaparecido boiando em lago

Polícia identifica suspeitos de matarem homem com mais de 40 facadas na RMC

Relembre o caso

A polícia descobriu que Alexandre tinha feito contatos num aplicativo de relacionamento homossexual e, no dia do crime, tinha entrado em contato com três rapazes. “Essas três pessoas saíram com ele, consumiram drogas com ele na noite do desaparecimento. Agora, nós já temos três suspeitos e com certeza foram eles os autores”, explicou o delegado Haroldo Davidson, durante o andamento do inquérito.

Davidson conta que “conseguimos captar por câmeras de segurança todo o trajeto que foi feito dessas pessoas com a vítima e identificamos todos por essas imagens e com testemunhas que conhecem essas pessoas”. Completa. Até a publicação desta matéria, os mandados de prisão ainda não tinham sido expedidos e, por isso, o nome e as fotos dos suspeitos ainda não foram divulgados.