Paciente é agredida após funcionária de Unidade de Saúde se recusar a dar seu remédio para dormir

Caso aconteceu em Colombo quando a vítima resolveu gravar um vídeo

Com problemas de insônia, uma mulher foi em busca da receita de um remédio para ajudar a dormir. Mas o que era para ser a solução de seu problema, fez ela perder ainda mais o sono nos últimos dias. A confusão aconteceu em uma unidade de saúde, em Colombo, na região metropolitana de Curitiba. Ela diz que há dois anos busca a receita do medicamento a cada dois meses.

Segundo ela, o procedimento não precisava de consulta prévia, mas a atendente disse o contrário, que ela teria que marcar uma consulta. Além disso, falou também que a doutora não estava lá, sendo que a viu. Inconformada com a resposta da funcionária, a mulher decidiu gravar um vídeo com o celular. Só que não terminou nada bem, ela foi agredida depois que começou a gravar, também foi ofendida e agredida por outras três mulheres.

Depois de toda a confusão, a mulher e três funcionárias da unidade foram encaminhadas para a delegacia pela guarda municipal, em duas viaturas. Lá elas prestaram depoimento sobre o ocorrido.

Mais detalhes na reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta quinta-feira (14):