Mulher é morta com tiro de espingarda e marido é preso suspeito de cometer o crime

Os filhos do casal de 5 e 8 anos de idade presenciaram o feminicídio

Uma mulher, de 35 anos, foi morta com um tiro de espingarda na cabeça, na noite deste domingo (25), em Campina Grande do Sul, na região metropolitana de Curitiba (RMC). O principal suspeito do crime é o marido da vítima, que permaneceu no local e foi preso pela Guarda Civil Municipal (GCM).

O crime, segundo os agentes, aconteceu na frente dos filhos do casal de 5 e 8 anos de idade, em uma residência que fica próximo a divisa com São Paulo, na BR-116. A mulher foi encontrada sem vida em cima da cama.

Aos agentes, o homem contou que o tiro havia sido disparado acidentalmente enquanto ele saía de casa para caçar, mas testemunhas relataram que os dois teriam discutido minutos antes. Segundo a Guarda Municipal, o homem não resistiu à prisão e foi encaminhado para prestar depoimento na delegacia. As crianças ficaram sob a responsabilidade de um familiar.

O corpo da mulher identificada como Cristiane Aparecida da Costa foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba. A Polícia Civil de Campina Grande do Sul fica a cargo das investigações. A espingarda foi apreendida e deve passar por perícia.

(Foto: Divulgação/Guarda Civil Municipal)