Perfil falso na internet usa foto de vítima de acidente na BR 277

Acidente aconteceu há cinco meses devido à fumaça espessa de queimadas

Cinco meses após a tragédia que matou as duas filhas de um casal, um perfil falso com a foto de uma das filhas tem tirado o sono da família. Difícil imaginar que em meio a uma tragédia tenha gente que consiga tornar ainda maior a dor de uma família.

No dia 2 de agosto do ano passado, Lourdes e Basílio perderam as duas filhas, Ester Nunes de Oliveira, de 21 anos e Jéssica Nunes de Oliveira, de 22, além do genro e marido de Ester, Fernando Jaroz Mendes, que tinha 20 anos. Eles foram três das oito vítimas fatais, atropeladas por um caminhão, na BR 277, em São José dos Pinhais. A fumaça espessa de uma queimada à beira da rodovia provocou o acidente.

Já havia registros de fumaça na região, que fica próxima à avenida Rui Barbosa, desde o mês de julho. Mesmo assim não havia nenhuma sinalização no trecho. Cinco meses após o acidente e não houve o apoio prometido pela concessionária Ecovia à família. Só os custos que eles tiveram com cemitério e funerária ultrapassaram os R$ 30 mil.

Veja mais informações sobre este caso, assista reportagem completa do Tribuna da Massa Curitiba desta quarta-feira (13):