Polícia prende homem que embriagou e estuprou filhas durante seis anos

Investigadores da Polícia Civil de Castro, na região dos Campos Gerais do Paraná, encontraram um condenado a mais de 15 anos de prisão por estuprar as próprias filhas. O criminoso de 50 anos obrigava as meninas a beberem antes de cometer os abusos – as vítimas tinham 6 e 7 anos quando os abusos começaram. Segundo a polícia, ele estuprou as duas filhas durante seis anos.

O crime era praticado quando a mãe das crianças viajava para fazer um tratamento de saúde, o que acontecia a cada três meses. O bandido trancava as crianças em casa, forçava as vítimas a beberem pinga e mantinha relações sexuais com as duas. As irmãs foram violentadas durante mais de seis anos na casa onde moravam, na localidade do Abapan.

O foragido foi encontrado na mesma localidade onde o crime era cometido e, de lá, foi conduzido à cadeia pública de Castro. Além da condenação pelos crimes sexuais, ele também tinha um mandado de prisão em aberto por uma tentativa de homicídio ocorrida em 2012. À época, ele tentou matar uma pessoa com golpes de faca no pescoço, mas a vítima sobreviveu.